quinta-feira, 5 de março de 2015

CEGUEIRA

Os Caminhantes Cegos buscam respostas para a vida. Tateiam o Mundo repletos de emoções contraditórias, sem se darem conta da imensa beleza que os rodeia
Identificam culpados para as suas dores, apontando dedos acusadores, gritando impropérios desafinados.
Lutam, em guerras sem sentido, contra inimigos fabricados pelas suas mentes perturbadas.
Tentam modificar os que os rodeiam, para que satisfaçam os seus sonhos ou desejos. Esperando, assim, libertar-se do seus próprios medos, complexos ou frustrações.
Cegos, não valorizam a vida. Olham essa dádiva extraordinária sem respeito ou admiração. Apenas as perdas os farão, lentamente, acordar para a realidade.
Caminham de olhos arregalados, cegos para o que é verdadeiramente importante, dando razão e significado ao velhinho ditado "Não há cego mais cego do que aquele que não quer ver."
Não deixe que a cegueira turve a sua vida. Faça uma caminhada para o interior de si próprio.
Feche os olhos.
"O essencial é invisível para os olhos, só se vê bem com o coração." 
O Pequeno Princípe - Antoine de Saint-Exupéry (1900 - 1944)

Beauty dots - Thomas Saliot

Feche os olhos. Inspire profundamente.
Concentre-se nos sons que o rodeiam. Procure descobrir o que são, de onde provêm.
Tatei à sua volta. Sinta as texturas. 
Inspire de novo, tente destinguir os cheiros. Identifique cada um deles.
Resista à tentação de abrir os olhos, para confirmar cada uma das suas descobertas.
Perceba como "olhando", no escuro, de olhos fechados, todas as sensações são mais intensas, mais ricas e, por vezes, mesmo um pouco assustadoras.
Dê-se conta de si próprio. Redescubra o seu corpo. Sinta a vida fluir. Concentre-se  na cadência dos batimentos cardíacos, no sangue correndo alegremente pelas suas veias, artérias, capilares.
Mantenha os olhos fechados. Sinta a suavidade da sua pele. Massaje suavemente as têmporas. Inspire profundamente e relaxe. 
Afaste o pensamento das preocupações quotidianas. 
Mentalmente, percorra o seu corpo iniciando nos dedos dos pés.
Deslumbre-se com essa "máquina" perfeita e maravilhosa que é o corpo humano.
Resista à tentação de abrir os olhos. Confie na sua perceção do mundo e de si mesmo.
Inspire de novo profundamente. Relaxe.
Prepare-se, agora, para ir ao encontro do mais profundo de si próprio. Não tenha medo.
Oiça a sua voz interior. Silencie tudo em seu redor. Esqueça todas as preocupações, afazeres, medos, projetos. Silencie a sua mente, as suas emoções.
A sua voz interior, a sua verdadeira essência, apenas se revelará completamente no silêncio.
A voz interior é sempre calma, suave, harmoniosa, afetuosa. Prepare-se para ouvir o seu verdadeiro eu. Descubra-se....

.../...

Os Caminhantes Cegos buscam respostas para a vida. Tateiam o Mundo repletos de emoções contraditórias, sem se darem conta da sua imensa beleza...

1 comentário:

  1. Olá, teresa.
    Que linda viagem! Aqui em casa tenho alguns CDs de meditação. É assim: a primeira faixa é uma meditação sobre alguma coisa - o planeta, a paz, a natureza, Deus, etc. E as outras faixas são músicas suaves e mantras. Adoro ouvi-los! Enquanto o faço, deitada na minha rede, acendo incensos.
    Mas eu às vezes me sinto cega, muito cega, mesmo assim...

    Grande abraço.

    ResponderEliminar

Os seu comentários, sugestões, pedidos de partilha, etc. são, para além de muito bem-vindos, essenciais para que seja possível atingir os objetivos para os quais este blog foi criado.