quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

HARMONIA

Incline ligeiramente a cabeça para o lado esquerdo!
Fascinante, não é?
A mãe-natureza mostra-nos coisas impressionantes... basta estarmos um pouco atentos...
Foto encontrada em Cantinho dos Deuses
Original de Praying Mother and Son Rock Formation

O sol, as estrelas e a lua, o céu e o mar, as montanhas e as planícies, as árvores, os arbustos e as flores, as rochas e a areia, os rios e os desertos, a chuva, a neve o vento, a brisa, o frio e o calor, os animais, os homens e....o Universo, todos, em Harmonia, dançamos uma valsa eterna.


"Somos todos pequenos universos...


Harmonia... música, teoria das cordas, harmonia das esferas... multidão, vibração, conversação, pulsação, unicidade, universos... multiverso... redes... web."







Na música, Harmonia é a combinação de sons agradáveis, tocados em simultâneo,  Quanto mais notas musicais forem tocadas em simultâneo, de forma agradável, mais harmoniosa será a música.




A Teoria da Harmonia das Esferas, de Pitágoras, "é muito mais profunda do que a mera conjectura da consonância das notas que os astros produzem nos seus movimentos regulares. A música era para os pitagóricos um símbolo da harmonia do cosmos e, simultaneamente, um meio de alcançar o equilíbrio interno do espírito do homem.

Para Pitágoras, o universo era um cosmos, um todo ordenado e harmoniosamente conjunto. O destino do homem consiste em considerar-se a si mesmo como uma peça desse cosmos, descobrir o lugar próprio que lhe está designado e manter em si, e à sua volta, a harmonia que lhe é devida de acordo com a ordem natural das coisas."
Vingança de Hefestos - Afrodite e Ares

A Mitologia Grega, conjunto de mitos e ensinamentos com caráter religioso, da Grécia Antiga, relata as vidas dos deuses residentes no Monte Olimpo, de titãs, seres semidivinos, monstros e vários heróis, tentando explicar a natureza do mundo e as origens e significado do seu culto e  rituais. 


Os deuses viviam num imenso palácio,  construído no topo do Monte Olimpo, uma montanha que ultrapassava o céu. A ambrósia e o néctar eram os manjares divinos de que se alimentavam, ao som da lira de Apolo, do canto das Musas e da dança das Cárites. 

Os Deuses do Olimpo eram doze (o Doze Canónico da arte e da poesia), Zeus, Hera, Poseidon, Atena, Ares, Deméter, Apolo, Ártemis, Hefesto, Afrodite, Hermes e Dioniso, os quais correspondiam aos deuses romanos Júpiter, Juno, Neptuno, Minerva, Marte, Ceres, Apolo, Diana, Vulcano,Vénus, Mercúrio e Baco. 
Afrodite, deusa do amor, da beleza e da sexualidade, filha de Zeus e de Dione ou, noutras tradições, de Urano, embora casada com Hefesto, o deus do fogo, envolveu-se numa ligação adúltera com Ares, deus da guerra, filho de Zeus e Hera.
Da sua imensa paixão  nasceram Eros (Cupido), o deus que desperta paixões em homens e deuses, com suas flechas; Fobos e Deimos, o medo e o pavor; e a bela Harmonia. 
Harmonia
O nascimento de Harmonia, Concórdia para os romanos, veio estabelecer o equilíbrio  entre o amor e a paixão.


Esse equilíbrio é calmaria, depois da tempestade;  paz ,depois da guerra;  serenidade, depois da emoção; aceitação, depois da raiva; descanso, depois da luta,  calma, depois das lágrimas;  sorriso, depois da dor;  luz, depois da escuridão...

Porque só há conhecimento, após o estudo; Só há sabedoria, após a reflexão; Só há Amor, após a doação.
Mas, não pode haver Luz, se não houver escuridão; Não pode haver Coragem, se não houver medo; Não pode haver Amor, se não houver desapego.
Harmonia é o equilíbrio entre o que somos e o queremos ser; entre o que projetamos e o que vivemos; entre o que aceitamos e o que lutamos.
É nessa busca, entre o Ser e o ter, o Amar e o querer; o Lutar e o vencer; O Dar e o receber, que encontramos a melodia de Viver, dançando na Harmonia.





UBUNTU - “Eu sou porque nós somos”



Fontes


1 comentário:

  1. Bom dia! Lindo post, Teresa. Acho que a harmonia é uma coisa que já vem com a gente, fraquinha, frágil, e que devemos aprender a fortalecer. A vida nos manda muitas lições e provações para aprendermos esta difícil tarefa. O mais engraçado é que quando dizemos a nós mesmos que já aprendemos, a vida manda um teste, uma prova. E daí podemos descobrir que estamos longe de ter aprendido a harmonia. Daí começamos tudo de novo... abraços.

    ResponderEliminar

Os seu comentários, sugestões, pedidos de partilha, etc. são, para além de muito bem-vindos, essenciais para que seja possível atingir os objetivos para os quais este blog foi criado.