segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

CONFIANÇA

José Ramos - Nature & Landscape Photography

Quem mais nos limita somos nós própriosOs nossos medos, inseguranças e complexos travam o nosso crescimento e dificultam-nos o sucesso.

Quantas vezes nos desculpamos com as circunstâncias, as exigências da família, ou os condicionalismos do trabalho, para não fazer o que realmente desejamos, lutar pelos nossos objetivos, em suma, para arriscar sermos felizes, apenas porque não temos suficiente confiança em nós próprios, ou porque temos demasiados medos?

Para arriscar ser feliz é necessário sair da zona de conforto. Ainda que seja muito importante ser realista e ter capacidade de refletir e analisar as circunstâncias, as nossas capacidades e a possibilidade de realização dos nossos objetivos, a confiança em nós próprios, a capacidade de nos transcendermos e a fé não o são menos.

Confie em si... Confie no divino que vive no seu coração e lhe sussurra ao ouvido.

Ninguém está sozinho...

 

SUA DOSE DE CONFIANÇA DE HOJE!


No dia de hoje pareça CONFIANTE. E se você não é, finja ser!
Autoconfiança é o que faz uma pessoa ficar linda. Não é a sua beleza externa, é a sua beleza interna. Portanto, tenha personalidade, acredite em você, tenha orgulho da pessoa que você é, porque o importante é buscar melhorar como pessoa e isso você quer, tanto que está lendo este texto.
E mais ainda, incorpore a confiança em cada passo que você der no seu dia a dia, erga a sua cabeça, admita que embora você não seja uma pessoa perfeita (ninguém é!), você é uma pessoa especial e digna de receber do mundo todo o respeito e amor que lhe é devido.
Saia de dentro de você agora mesmo, liberte-se de todos aqueles traumas que você tem e que te fizeram ter complexo de inferioridade.
Te digo que os complexos de inferioridade sempre são implantados em nós por pessoas que não são referências de perfeição, mas sim por pessoas mal resolvidas consigo mesmo e que viram em você, consciente e inconscientemente, a oportunidade de extravasar seus problemas internos. 90% dos complexos de inferioridade que as pessoas tem não são reais.
Pense agora no seu complexo de inferioridade e tente buscar a raíz dele. Você consegue perceber que isso não tem nada a ver contigo mas sim com a pessoa que implantou ele em você? Você percebe que você passou a pensar da forma como pensaram de você mas não da forma como você antes pensava sobre si próprio?
Pois eu vou te contar algo fantástico: VOCÊ É O QUE A PARTIR DESTE MOMENTO VOCÊ PENSA QUE VOCÊ É E NÃO O QUE OS OUTROS PENSAM DE VOCÊ. O que os outros pensam sobre ti é um problema deles, a partir desta mensagem que você lê neste momento você é o que existe de potencial latente dentro de ti e que até agora foi abafado por pensamentos errôneos de pessoas próximas ou advindos de conceitos sociais equivocados.
A partir de agora você é LIVRE, É UMA PESSOA SEGURA DE SI E QUE ACREDITA QUE CHEGARÁ AONDE QUER CHEGAR!
O que te disseram que você é e que te deixou com complexos é uma ilusão. A partir de agora você não acredita mais no senso comum (senso comum crucificou Jesus, lembra?) e te aconselho a afastar de perto de ti aquelas pessoas que te colocam para baixo e caso você seja obrigada a conviver com elas passará a fechar seus ouvidos e as dirá: Eu não admito mais que você dirija-se a minha pessoa desta forma. Aprenda a ser firme, a ter atitude. Algumas pessoas costumam abusar de outras justamente porque elas permitem-se serem usada.
Se hoje alguma pessoa agir contigo não respeitando o seu limite imponha-se, com educação e deixe claro até onde você permite que o outro vá. Desta forma você obterá respeito.
By Vanessa de Oliveira


Eu entrego
Paro de me preocupar e corto todo ressentimento negativo em relação à vida.
Não tenho que combater, não tenho que viver no medo.
Entrego tudo nas mãos de Deus e deixo andar. Confio e deixo a vida colocar os eventos é minha frente…
Ela saberá guiar-me para a verdade.
                                       Mensagens de Luz 
 

 UBUNTU - “Eu sou porque nós somos”

1 comentário:

Os seu comentários, sugestões, pedidos de partilha, etc. são, para além de muito bem-vindos, essenciais para que seja possível atingir os objetivos para os quais este blog foi criado.